Aliados

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Uma vendedora chamada Débora


  Engraçado. Minha primeira impressão em relação a Débora não foi das melhores... Explico: Participamos de um treinamento com mais 18 garotas para um novo emprego de vendas. Nunca trabalhei com vendas, no entanto sabia que iria gostar. Débora, por outro lado, respira  vendas. Tivemos poucas conversas durante aquela semana, mas como sou ouvinte de carteirinha, percebi que  muitas vezes, Débora colocava os pés pelas mãos. Dona de um visual atraente, loira, alta, sorridente e comunicativa. Ela literalmente se joga na conversa de forma intensa e às vezes avassaladora!  
 Apesar de pouco mais de 25 anos já fez uma jornada e tanto nessa vida. Comentei com Léo. "Tomara que eu não trabalhe com essa Débora". Ela ultrapassa todos os sinais... 
  Fomos para mesma loja. Realmente não acredito em primeiras impressões. Débora é ativa  sim. É dinâmica. É ótima vendedora. É prestativa. É gentil. Falante pelos 4 cotovelos... E dona de uma sensibilidade tamanha! Chora que é um horror! Se estiver na TPM então!!! Chora por não vender o suficiente. Por não ter tempo para sua garotinha. Pelo que ainda não aconteceu. Gosto dela. Autêntica e emotiva. Temos muitas coisas em comum que só no convívio diário pude observar. Uma D. em vendas! Sabe fazer um puxado como ninguém... Sabe as informações mais econômicas e insanas da face da terra: médico, dentista, lojas, promoções, centros espíritas, poli dance, convênios,  brechós ... Um X tudo! "Quando eu vender quero ser igual a ela!"

Num estoque qualquer...

Vanessa
Eutimia

2 comentários:

Luís Sansone disse...

Como é bom esses tipos de surpresas positivamente.Faço isso,não espero nada de um filme,nada de uma nova pessoa,nada de uma musica,assim eu sem esperarnada,acabo me surpreendendo,bjusssssss

Vanessa disse...

É Luis... Boas surpresas são sempre bem vindas.