Aliados

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Dez motivos para ter filhos - Segundo especialistas.


Minha Vó teve 7 filhos. Apenas uma de suas filhas chegou perto dessa marca, teve 5 filhos. Minha mãe teve 3 gestações e têm 2 filhas. Minha irmã tem 1 garotinha linda. 
Vamos aos motivos de ter filhos:

1) Realização pessoal: sonhar que uma criança complemente o universo familiar faz com que casais optem por ter filhos. “O sentimento de ser pai ou mãe é intraduzível, é um amor que você não sentirá por nada ou ninguém, é singular”, explica a psicóloga Walnei Arenque. “O casal se ama tão imensamente que quer ter um filho para ver o amor de um pelo outro se refletir em futuras gerações”, diz a psicóloga Patrícia Spada. 

2) Adorar crianças: há quem cuide dos filhos dos outros por anos a fio sem reclamar. Algumas mulheres, desde a infância, gostam de crianças e se veem como mães desde pequenas.
3) Religião: “A religiosidade tem e teve como princípio o sexo com a função de procriação. A visão da mãe com o amor incondicional também faz com que este modelo de comportamento seja admirado e aceito pela maioria”, avalia a psicóloga Sueli Castillo.
4) Medo do futuro: para não se arrependerem por não ter tido a experiência de ser pai ou mãe, muitos casais sequer cogitam não ter filhos. Afinal, vai que os anos passem e o corpo da mulher não possa mais gerar ou que o casal não tenha amparo na velhice, tanto emocional quanto financeiro?
5) Vaidade ou orgulho: a mulher grávida é enaltecida pela sociedade e, para ela, tudo pode. Inclusive, ter desejos descabidos e fora de hora. “A mulher que não tem filhos é vista por alguns como alguém que apresenta problemas físicos ou psicológicos. Algumas pessoas dão demasiada importância ao que os outros pensam”, diz Sueli.
6) Valores morais e éticos: segundo o modelo considerado adequado pela sociedade, a vida só teria sentido quando se cria uma família com filhos, seguindo o padrão familiar em que a maioria foi educada. Além da pressão social, os próprios amigos e parentes  cobram o casal para ter filhos.
7) Realizar-se por meio dos sucessores: querer dar aos filhos o que não teve ou ganhou dos pais, assim como projetar expectativas e sonhos não realizados na criança, também pesa. Dar melhores condições aos filhos faz com que o casal sinta-se útil.
8) Projeto de vida: ser bem-sucedido profissionalmente, comprar um apartamento e se tornar pai ou mãe. Há casais que planejam todos os detalhes do futuro, incluindo o projeto de ter filhos.
9) Amor incondicional: sente aquele desejo de ver a barriga crescer ou de acompanhar a evolução de uma pessoa que depende exclusivamente de você? Então você tem muita vocação para criar uma criança e vai ter o maior prazer em ensinar os primeiros passos e as primeiras palavras. Amar um ser mais do que a si próprio ou qualquer outro amor que passou pela vida é uma experiência realmente especial.
10) Simplesmente quer: há pessoas que nunca cogitaram a hipótese de viver por anos sem ter filhos e, desde pequenas, sabiam que um dia os teriam. Essa pode ser uma necessidade biológica e psicológica.

E você? Tem filhos por algum destes motivos?

No próximo post: Dez motivos para não ter filhos e as fontes de pesquisa.
Até!

9 comentários:

Ana Paula disse...

Adorei o post e estou esperando o próximo para os que decidem não tê-los. respeito às duas partes! Muito legal.
Beijo

Vera Lúcia disse...

Olá Vanessa,

Não tenho filhos por opção. Não me arrependi. Sinto que não planejei filhos para esta encarnação. Sempre tive muitas responsabilidades com minha família e minha vida profissional exigiu muito de mim.

Gosto de crianças, principalmente neném. Mas tenho um tempo certo para ficar com elas. Se passar deste tempo fico completamente estressada (rsrsrsrsrsrs).

Beijos.

Dâmaris - Village Beauté disse...

Oi Vanessa
meus filhotes foram planejados. Sonhamos que viessem numa boa época! :)

bjs

KINHA disse...

Olá Vanessa

Adorei as suas reflexões.
Bom Domingo!

BJ0000000..............
www.amigadamoda1.com

Margarete disse...

Oi Vanessa, obrigada pela visita. Estou em dívida com você e com todos os outros amigos, pois optei por ficar menos tempo na internet e com isso tenho menos tempo de visitar todos.Achei interessante seu post. Tenho dois filho, únicos como eu e meu marido dizemos, pois entre eles tem um espaço de 15 anos. Nada disso foi programado, apenas as coisas aconteceram assim. Não me arrependo em nenhum momento de tê-los, são filhos maravilhosos e que nos enchem de orgulho e dão aquela sensação de dever cumprido, mas respeito aquelas pessoas que optam por não terem filhos, afinal cada um sabe de sua vida e suas prioridades.

beijos.

TATY (Kátia) disse...

hum, que post mara,amei!!!! eu tenho uma filha,ela tem 5 anos, pretendo ficar somente com uma!!!!
filhos sao muito bons,mas nao dá pra esquecer de todo trabalho que eles nos dao;

Halorna disse...

Oi amiga,
Filhos?? Se não tê-los, como sabê-los??rsrsr.Pois é amiga, eu acho que a gente tem filhos por vários motivos combinados ( não dá pra pontuar).E talvez nem saibamos o real motivo.Sei lá! O que posso te dizer é que os meus filhos são maravilhosos, são pessoas especiais que Deus colocou no meu caminho para compartilhar a vida...e isso é muito especial e não se traduz em palavras. É um amor incondicional, sem cobranças, sem esperar nada em troca.Ufaa.É um não sei que de paraíso.rsrsrCést la vie!bjs

Regina disse...

Oi Vanessa, tudo bem?

Eu não tive filhos por opção. Acho muita responsabilidade e sabia q eu não estava preparada para isso.

Eu quero muito agradecer você pelos votos de feliz aniversário. Foi muito bom receber seu carinho. Muito obrigada!

mara oliveira disse...

Engraçado que na outra matéria de optar por não ter filhos, concordei com a maioria e aqui descordei com a maioria.. kkkkk
Querer ter filho tem de ser algo que seja natural, apesar da minha primeira gravidez ter sido no susto como falei, na segunda foi por escolha e demorei 13 anos pro segundo, porque queria curtir cada um separadamente, hoje minha mais velha esta morando fora de casa e se não fosse nosso caçula, estaríamos maridinho e eu morando numa casa vazia, e eu acredito que isso seria muito estranho... rsrsr

nossa escrevi uma carta...

bjs