Aliados

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Esforço... Paciência e Sorte - Parte 1

Hoje venho falar sobre decisões, esforço, paciência e sorte.

Veio de uma família tradicionalmente  comerciante. Desde cedo, bem criança, já saia pelas madrugadas  acompanhando e auxiliando seu pai na compra de gados. Atendia no açougue, ensacava batatas para poder treinar futebol. Talvez um dos seus primeiros sonhos: ser um grande jogador de futebol. Falo de sonho, pois ele não apenas sonhou, mas correu atrás. Quando tinha mais ou menos 20 anos, arrumou a mochila e se jogou para SP  aonde participou de uma peneira em busca de jogadores. Voltou meio assustado com tudo, mas continuou jogando seu futebol. Às vezes é preciso desistir de algumas coisas. Estavam certos de que seu futuro profissional seria uma continuidade dos negócios empíricos da família. Ele, nem tanto. Uma vez perguntei qual a sua lembrança de Natal e ele me disse:  as oportunidades que surgiam nessa época, a falta de tempo, as férias que nunca tiravam... Ele e seu pai, em muitos Natais, colhiam o milho e vendiam cozido no centro da cidade.Uma das minhas lembranças de Natal, é justamente o aroma e sabor que desfrutava nas idas ao centro dessa mesma cidade. O tempo passou, muitas coisas vieram: de açougueiro a loja de peças de bicicleta, cantineiro a quiosque de batidas de frutas em eventos... Até que começou a busca por estabilidade. Vendo seu pai envelhecer e ainda tendo que trabalhar como jovem, resolveu, quase que em segredo, vender a cantina que seu pai lhe dera. Mais uma vez nada foi fácil. Já casado, depois de 1 mês, fez as malas foi para o Rio de Janeiro para buscar uma vaga no serviço público federal. 

No Rio encontrou: incertezas, desafios, medo, saudade e mais incertezas. A única certeza era que agora não tinha renda e que dependia de muito esforço, paciência e uma boa pitada de sorte. Esforço, paciência e sorte. Tá aí 3 coisas que sempre o acompanharam.
Continua...

24 comentários:

Tina disse...

Acredito que o esforço é a força motriz, a paciência a poção mágica e a sorte um resultado dessa soma.

Ana Paula disse...

Ainda que exista o medo, as incertezas, admiro as pessoas que "vão", que se arriscam, que se permitem mudanças.
Aguardando a continuação.
Beijo

Elisangela disse...

Taí três qualidades que precisamos ter nessa vida.
Agora fiquei bem curiosa em saber de quem é essa história.Estarei atenta pode ter certeza.

Beijos e tenha uma ótima sexta
Eli

Audrey Andrade disse...

Quem disse que a vida era fácil?! Feliz daquele que tem paciência e sorte e se esforça. A esperança é o que nos move neste mundo! Que bom que, apesar das dificuldades, foi em frente!

Aguardo a segunda parte!
Meu carinho!
http://pequenocaminho.blogspot.com

Anônimo disse...

Acho que sei o desenrolar desta história. Aposto que o personagem tá de aniversário hoje!

Abraço.

Vanessa Menezes disse...

Sou pouco paciente... isso é ruim né?
mas sou muito calma, então dá uma balanceada.
ansiosa pro final da historia.
bjooooooooooooo

Cris disse...

Esforço, paciencia e sorte...
Paciencia é fundamental e acredito q a sorte n vem pra quem n se esforça!
aguardando a continuação!!
boa semanaa!!!

bjao
http://cadaquacomseupiqua.blogspot.com/

KINHA disse...

Olá Vanessa

A-D-O-R-E-I...
Visitando blogs amigos, encontrei o seu e vim lhe visitar. Gostei e já estou te seguindo. Vou aguardar a sua visita e ficarei feliz se me seguir também.

BJ000000000..................
www.amigadamoda1.com

Faniquito disse...

Vc citou as 3 palavrinhas mágicas.hehehe

Amo estórias de vida ...da vida real !!! :) Bela pessoa essa q vc retrata no post.

Beijinhos

Ana

Mirian Soares disse...

Querida, quando a nova parte desse post for postada me avisa, tá? Quero saber o final.
Bjokas

AnnE Romanini disse...

Lindo, fiquei curiosa para saber do final, e temos que ter sempre muita força de vontade, no final a gente consegue!!
Bjos'ss Flor

casa de fifia disse...

oi Vanessa
adorei essa história, trocando alguns detalhes é muito parecida com a história de meu pai,ele saiu do rio grande do norte para Goiás,em busca de sorte trabalho,dignidade, mas o final da sua historia espero que seja diferente da do meu pai,porque meu pai, não teve muita sorte, aliás quase perdeu a coisa mais preciosa que uma pessoa pode ter,ou seja a liberdade.
agora fiquei muito curiosa para saber o resto, essa é a história do teu marido ????
bacione fiorellino querido

Vânia Pinho disse...

Esforço, paciência e perseverança...isso é tudo na vida.
Estou curiosa pelo desenrolar dessa história.

bjus

Vânia Pinho

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

Que linda história, espero ver o final feliz!

bjuu

Ilaine disse...

Vanessa, querida!

Venho agradecer o carinho lá no blog. Perdoe a demora em retribuir, mas eu andei sumida durante e depois da viagem. Agora estou voltando e lhe trouxe o meu abraço.

Beijo

Thais Moura Shoes disse...

Cadê o resto da historia?? Que curiosidade!!



http://thaismourashoes.blogspot.com

KINHA disse...

Olá Amiga

Adorei a sua visita, obrigada.

BJ000000000..................
www.amigadamoda1.com

Elaine Lobato disse...

Oi tudo bem? Realmente as vezes temos que tomar decisões para que possamos melhorar sempre.
bjs

Elaine Lobato disse...

Oi tudo bem? Realmente as vezes temos que tomar decisões para que possamos melhorar sempre.
bjs

Anônimo disse...

Uma história bem interessante. Aguardo os próximos capítulos.

Elizangela disse...

Já estou na expectativa da continuação!!!Quem muito sonha muito se conquista!!!
Super beijo

Casa de Lola disse...

Oi Vanessa,
com esforço, paciência e sorte a gente consegue muitas coisas boas, vamos ver o final desta história, como sera?
Beijos
Lola

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Quero acompanhar este texto-história até o fim...fica aquela curiosodade!
O que mais temos na vida são incertezas...de tudo, mas aí vem a esperança e a coragem que desafiam o espírito...
Bjs, pensamento positivo e coragem pra vida lá fora!
CamomilaRosa

Lylia disse...

Oi Vanessa,
Gosto de histórias com essas ingredientes, pois são eles que movem a via e que tornam nossos projetos vencedores.
Bj,
Lylia